Compartilhe

Áreas preservadas e ecológicas para se aventurar em Bombinhas

Texto por:


Bombinhas é o menor município de Santa Catarina em extensão e possui 39 praias em sua península. A cidade é conhecida pelas suas áreas de preservação ambiental. O lugar mantém regras rígidas quanto ao cuidado com o meio ambiente por parte dos moradores e visitantes.

Grande parte dos visitantes tem curiosidade em conhecer a cidade pelas belezas naturais que ela possui. Em Bombinhas existem várias opções de parques e trilhas ecológicas, conheça as principais opções de lugares maravilhosos, para passar momentos de relaxamento em contato com a natureza, com uma vista de encher os olhos.

O local é considerado como um patrimônio ecológico e desde que foi fundado em 1922 e consegue adaptar a urbanização às características naturais da região. O bioma do local é a Mata Atlântica e ao longo da sua península, podem ser encontrados restingas, manguezais, costões rochosos e florestas ombrófilas densas.

A região possui diversas espécies diferentes de anfíbios, répteis, mamíferos, insetos, aves e peixes. Em razão da quantidade de árvores de grande porte em Bombinhas, existe um microclima nas matas, com mais sombra e umidade do que nas demais regiões.

Existem alguns lugares em Bombinhas que são chamariz para os turistas que gostam de manter um contato próximo com a natureza. Esses lugares atraem visitantes de todo o país para praticar mergulho, fazer trilhas, moutain bike e demais atividades que a cidade proporciona. Confira os principais destinos da capital do mergulho ecológico e escolha o que mais se encaixa com você!


Parque Municipal do Morro do Macaco
O Parque Municipal do Morro do Macaco é muito procurado pelos visitantes com perfil mais aventureiro e que gostam de fazer trilhas ecológicas. A Trilha da Tainha, por exemplo, tem cerca 3h de duração. Esta trilha era utilizada pelos nativos da região e ao longo do seu trajeto também se passa por trechos da Mata Atlântica, córregos e até mesmo uma gruta.

Durante o percurso pela Trilha da Tainha também é possível observar algumas fazendas marinhas, para o cultivo de mariscos no mar de Canto Grande. O destino final é a Praia da Tainha, uma das praias mais lindas de Bombinhas.

A Ilha do Macuco, também conhecida como Ilha do Amendoim, é escolhida pelas pessoas que gostam de manter contato direto com a natureza. A ilha tem águas límpidas e tranquilas, além de ser muito procurada por pescadores e mergulhadores.

No topo do Morro do Macaco é possível ter uma visão de 360° de toda região, avistando as praias de Mariscal, Morrinhos, Canto Grande e Zimbros, assim como as ilhas da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo, as cidades de Tijucas, Governador Celso Ramos e Florianópolis, a capital de Santa Catarina.
Os praticantes de Paraglider também procuram o cume do Morro do Macaco para voar. O pôr-do-sol visto do local é um espetáculo à parte, caso o passeio se estenda até a noite, leve uma lanterna. A ponte Hercílio Luz iluminada é uma imagem maravilhosa também.

Como se trata de uma caminhada um pouco mais extensa, leve água e algo leve para comer, use roupas confortáveis, óculos de sol, protetor solar e um boné ou chapéu. Próximo do meio dia o sol está muito forte, porém é o horário com menos fluxo de pessoas.


Reserva Biológica Marinha do Arvoredo
A Reserva Biológica Marinha do Arvoredo é um dos maiores patrimônios naturais e arqueológicos do Brasil. Ela é constituída pelas Ilhas Deserta, do Arvoredo, Calhau de São Pedro e Galés. Locais com belas paisagens e propícios para praticar mergulho.

Esta Reserva também um centro de estudos científicos da fauna e flora marinha, por isso a caça, pesca ou introdução de espécies silvestres ou domésticas são proibidas, para não mudar a constituição do lugar.

A maior parte da Ilha do Arvoredo é coberta pela Mata Atlântica, abrigando grande diversidade de fauna de flora terrestres. A vegetação no local é praticamente intocada e a pesca é controlada rigorosamente.
Aproximadamente 70% da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo é fechada para visitação, apenas pesquisadores são liberados pelo IBAMA. No entanto, na parte sul da ilha, onde se encontra o farol da marinha, tem o acesso permitido para os visitantes.
Parque Municipal da Galheta
O Parque Municipal da Galheta é uma das três Unidades de Conservação do Município de Bombinhas e possui uma vegetação incrível proveniente da Mata Atlântica. Não há uma infraestrutura para receber visitante no local, no entanto, as trilhas têm alta procura durante a alta temporada. A Trilha da Galheta tem aproximadamente 3h de duração.

Este Parque tem um pouco mais de 1 km e parte do costão da Praia de Bombas. Existem outras opções de trilhas que podem ser feitas entre a Praia de Quatro Ilhas e a Praia do Mariscal, ou entre as Praias da Conceição e da Tainha.


Área de Relevante Interesse Ecológico da Costeira de Zimbros
O local está inserido na categoria de ARIE (Área de Relevante Interesse Ecológico) esta unidade tem proteção integral pelo município, definida como área de conservação de uso sustentável. Além de atrair visitantes por meio do turismo ecológico e a educação ambiental, esta área também ajuda na preservação e proteção da fauna e flora da região.

A trilha do local inicia e acaba na Praia da Lagoa, que oferece a possibilidade de tomar banhos de água doce. O percurso levar cerca de uma hora e passa por algumas praias selvagens como Cardoso, Triste e Vermelha.


Moutain Bike
Considerando a vasta quantidade de áreas preservadas da Mata Atlântica, com diversas trilhas com uma estrutura propícia para os praticantes de Mountain Bike. As regiões preferidas pelas pessoas que optam por essa aventura, se encontram na praia de Zimbros, que leva a cachoeira da Praia Triste, esta trilha é considerada pelos ciclistas a trilha mais difícil da região.

Gostou de conhecer um pouco mais as belezas naturais que Bombinhas tem para oferecer? Conheça Bombinhas, suas belas praias, aventure-se por suas trilhas e descubra por que a cidade é a capital do mergulho ecológico. O local é ideal para aproveitar as férias ao lado da família, dos amigos, ou a dois.


Texto por:


Tags: bombinhas / praias / ecologia


Compartilhe







Indicadores Financeiros - JANEIRO/2019 CUB-SC 0,23% | R$ 1.825,53        IGPM 0,89%